Perguntas e respostas: repelentes

1. Como reconhecer o mosquito Aedes aegypti? Quais doenças ele transmite?

O Aedes aegypti é um mosquito cor café com listras brancas, com menos de 1 cm. Costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, mas pode picar à noite também. No Brasil, transmite a dengue, a zika e a chikungunya. O indivíduo não percebe a picada, pois no momento não dói e nem coça. 2. Como se proteger das picadas de pernilongos?

3) Qual repelente escolher? Qual repelente aplicar em crianças?

As orientações da Sociedade Brasileira de Dermatologia são:

A grande questão é que para a maioria dos novos repelentes (icaridina por exemplo), a recomendação de não aplicá-los em menores de dois anos não se dá por toxicidade, mas por falta de estudos nessa população. Por exemplo, no Canadá a icaridina 20% ou mais é considerada primeira escolha para crianças entre 6 meses e 12 anos, seguro eficaz, pela Public Health Agency of Canada’s Canadian Advisory Committee on Tropical Medicine and Travel.

4) Receitas caseiras de repelentes são eficazes?

A ação de repelência dos produtos caseiros infelizmente é muito baixa.

Também são considerados ineficazes mecanismo de disparo ultra-sônicos e comprimidos de alho e vitamina B1.

5) Quais os cuidados na aplicação dos repelentes?

Evitar principalmente sprays e aerosois em face de crianças. Evitar aplicar nas mãos de crianças pequenas que podem levar o produto à boca. Evitar dormir com o repelente.

6) Qual a melhor formulação?

Mesma eficácia do spray, gel, creme ou loção. Tudo depende da concentração do princípio ativo (Deet, IR3535, icaridina). Deve-se adaptar o veículo do produto (creme, gel, etc) ao tipo de pele. Para áreas grandes e com pelos e sobre as roupas os sprays e aerossóis são mais indicados . Para áreas ressecadas o creme.

7) Como usar hidratantes e FPS com o repelente?

Primeiro o hidratante ou o creme anti idade. Depois o filtro solar. O último é o repelente!

Referências:

  1. Pediatric Child Health. 2014 Jun-Jul; 19(6): 326–328. Preventing mosquito and tick bites. A Canadian update.

  2. American Academy of Pediatrics. Prevention of tickborne infections and Prevention of mosquito borne infections. In: Pickering LK, Baker CJ, Kimberlin DW, Long SS, editors. Red Book: 2012 Report of the Committee on Infectious Diseases. Elk Grove Village: American Academy of Pediatrics; 2012. pp. 206–11.

  3. U.S. Centers for Disease Control and Prevention. Tick removal: www.cdc.gov/ticks/removing_a_tick.html (Acesso dezembro 2015)

  4. American Academy of Pediatrics. Insect repellents: www.healthychildren.org/English/safety-prevention/at-play/Pages/Insect-Repellents.aspx (Acesso dezembro 2015)

  5. Repelentes de insetos: recomendações para uso em criançasRev. paul. pediatr. vol.27 no.1 São Paulo Mar. 2009

  6. Orientações do Departamento de Dermatologia Pediátrica SBD 2015/2016

  7. Wikipédia.org

#repelentes #epidemiadedengue #repelentecseiro #pele #dermatologia

Nossas postagens
Postagens recentes
Arquivo
Buscar por tema
Nenhum tag.

Siga-nos